Lost (in modern art) #XIII




24 comentários:

Susanne disse...

.....and crazy!

elplanetainvisible disse...

If a=1 go to general abstract¡¡¡¡

saludos

RC disse...

Olha RS, uma ontologia!!

CybeRider disse...

Tal como os bebés, também a arte nasce não se sabe bem onde. E há entregas mais difíceis que outras, por vezes um update ao cérebro é tudo quanto basta, outras vezes a estoicidade é incompreendida. 10% de talento e 90% de suor? Há coisas mais fáceis...

http://www.youtube.com/watch?v=UV7HO9FazkI

Choco Surreal disse...

http://www.youtube.com/watch?v=bSbmObKUGpY

PC disse...

"Lost in modern art", é assim que eu me sinto ao olhar para este esquema. E agora corro o risco de parecer ignorante, mas o que será RS no comentário da RC??? Já dei voltas à cabeça, já olhei atentamente para o esquema, mas não chego a nenhuma conclusão.

PC disse...

Esqueci-me de dizer... gosto muito da fotografia! Bjs

Chapa disse...

Alguém falou em desaparecidos e maluqueiras?
http://www.youtube.com/watch?v=XFM6AwUZGg4

Ñoco Le Bolo disse...


¿Es un mapa de la ignorancia? Menos mal que sólo se refiere a un corto número de años.
Me voy a Altamira, para empezar desde el principio.

abraços

CR & LMA
________________________________

Caçador disse...

Não,ninguém falou Adelino, mas vem muito a propósito.

Catarina disse...

Supongo que si me lo explicasen, lo entenderia...la chica esta muy interesada...:)...un abrazo

ruimnm disse...

Fantástica imagem.
Parece BD em que os pensamentos vem em balões ou nuvens...

ci disse...

a lighter perception of art :)
http://www.youtube.com/watch?v=3eJwKN0zYCY
bjs

José Manuel Vilhena disse...

LOST...ÍSSIMO.
:)

Raq disse...

RS tens razão que bela ontologia e em língua natural !!
PC a RS c'est moi !!
E porque isto afinal não é um blog para conversas entre PCs, RCs e RSs vamos ao que interessa ao Z: aqui fica a minha proposta de clik Fallen Art
beijos a todos
http://www.youtube.com/watch?v=F7HMz1WKkso&feature=fvst

cristina disse...

É o que acontece quando a abstracção passa a existir por si só, ou seja, quando deixa de “precisar” da realidade, enquanto vida. A linguagem vai-se tornando cada vez menos universal e a comunicação cada vez mais restrita ao universo dos conceitos.
Deixo esta sugestão porque, de alguma forma, fala do inverso deste processo, ou seja, a partir do conceito de escrita (que é mote para esta acepção de perdição que nos dás) leva-nos até ao universo da percepção e interiorização do mundo, numa multiplicidade de apelos sensoriais.
Como se viver fosse e(in)screver o mundo em nós e criar fosse partilharmo-nos, devolvendo, por isso, algo novo.
Creio que (também) daqui podem surgir as múltiplas ideias sobre a relação entre a arte e a vida. Mas isso agora não interessa nada e esta conversa toda foi só para tentar explicar o porquê deste clik.

http://www.youtube.com/watch?v=8GpmRJlrqoQ

(e se calhar não foi por acaso que tudo isto começou com as japanese prints ;-))

Gabiprog disse...

Ahora lo tengo claro!!

:)

Gracias!

mantinha disse...

http://www.youtube.com/watch?v=nUDIoN-_Hxs

mantinha disse...

http://www.youtube.com/watch?v=gVT6hEz1gxs&feature=related

mantinha disse...

http://www.youtube.com/watch?v=zNEFuWbiTVM&feature=related

mantinha disse...

http://www.youtube.com/watch?v=rK4Bh_arF-E&feature=related

Ángel disse...

Genial ¡Qué caza!!!, amigo mío.
Pero coño, si es que el lío que se plantea no hay quien lo entienda!!!!!, parece que nos consideran estúpidos ...
un fuerte abrazo

Remus disse...

Acho que preciso de tirar um curso (pode ser um das novas oportunidades) para perceber isto.
Nem consigo arranjar um clique para associar com a fotografia. Estou mesmo à nora!
;-)

Caçador disse...

Acho que nas novas oportunidades é uma excelente ideia. Eu até estou à espera que eles deversifiquem os cursos para tirar a carta de caçador, e mais umas coisas...