Evasão

(Mais uma fotografia gamada ao The Dear Hunter, agora numa perspectiva um bocadito diferente e, naturalmente, com banda sonora. Se quiserem contribuir para a dita, aqui o señor administrador agradece.) 
clik1    clik2    clik3    clik4    clik5    clikChapa    2ºclikChapa    clik do AdelinoMarques    2ºclikAdelinoMarques    clikRemus    clikIris    clikMacachoca    

14 comentários:

Ernesto y Felisa disse...

I liked this one very very much. congrats and regards.
Felisa
GREAT PHOTO

Ángel disse...

El barco se movía, de proa a popa y de babor a estribor ....
Algo así dice la canción, aunque es preferible que nunca me oigas cantar ;-).
En un mundo fantástico serían los dibujos los que tomarían vida y nos solucionarían mil y un problemas, sin tanta burocracia y formalismos ...
Me parece genial.
un abrazo compadre

Chapa disse...

Bora lá!
http://www.youtube.com/watch?v=5JUSqMq1Tk4

Chapa disse...

Tinha que te apresentar esta evasão original.
http://www.youtube.com/watch?v=jv8znUM5zV4

Adelino Marques disse...

Porque os barcos de papel assim ondulam....
porque os meninos assim gostam de ficar a vê-los...

tudo isto fez-me lembrar um registo bem longe da possivel leitura...:
João Gilberto
http://www.youtube.com/watch?v=UTIHq9nA1hc

Adelino Marques disse...

E ás vezes ...os sonhos de menino...mesmo os dos barcos de papel a navegar...prolongam-se:
eu sei que não é música, mas tem piada:
http://www.youtube.com/watch?v=RAKw6ZDR6eU

Remus disse...

Estive quase 10 minutos à procura de um clique digno da fotografia, mas não encontrei nada que condizente.

Por isso decidi colocar algo totalmente ao lado:
http://www.youtube.com/watch?v=JG_84GnKw_k

:-)

IRIS disse...

evadir sem sair do lugar... é assim a vida inteira... e é bom...

(quase) só para ouvir (desculpa, não havia vídeo melhor)

http://www.dailymotion.com/video/xbgk5n_pj-harvey-the-river_music

B

elplanetainvisible disse...

Indiferente a la mar, a su aire.
saludos

Ma'na choca disse...

http://www.youtube.com/watch?v=Nm1g8FFRArc

XuanRata disse...

Un barco atrapado en su propia idea. También la ciudad parece a veces querer hacerse a la mar.

calata disse...

quién no ha echado al agua un barco de papel? que lo haga ahora, parece invitarnos el dibujo.

un abrazo

José Manuel Vilhena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Manuel Vilhena disse...

Às vezes há dias de Natal com uma luz assim....desejo-lhe um bom,e feliz.
:)