Para uma cartografia dos não-lugares


(Esta é para o Luís M, pois claro.) 

19 comentários:

Choco Assassino disse...

http://www.youtube.com/watch?v=gq9iCBUxeJE

Chapa disse...

Regressa a magia do clik. Quando menos se espera, aí está uma grande e desconhecida voz:
http://www.youtube.com/watch?v=aZsRLTirMhU
Boas fotos!

JMV disse...

Fabulosos,título e imagens.Fabulosos!

ana barata disse...

Não tenhas palavras. Estas imagens são fabulosas. Feixes de luz na escuridão.

missixty disse...

Aprecio pessoas com imaginação e esta tua ideia está fantástica!
beijinhos

carlosré disse...

Resulta num grafismo lindissimo Caçador. Temos de falar sobre os fundos ehehehe.

Aqui vai um link que terá um pouco a ver com setas imagens no meu entender. Ambas calmas!

http://www.youtube.com/watch?v=Ben0-jP3wew&feature=related

ruimnm disse...

Imagens graficamente mágicas.
Adorei.

Remus disse...

Ao ver estas fotografias, veio-me à memória exactamente isto:

http://www.youtube.com/watch?v=cF4tq7zg6s8

Queria vos ver a fazer o mesmo. ;-)

jugioli disse...

vige!!!! maria!!!
incrivelmente um estado de sítio de um "não-lugar"

"

----------
entre perpendiculares equidistantes dos senos e cosenos

++++++++++++++++++++

cristina disse...

que mágica cartografia esta...! para os não-lugares, uma sugestão de um filme de um dos seus mestres, a propósito de um momento também mágico :-)

http://www.youtube.com/watch?v=wnStr24cx3E

Walter Neiger disse...

great composition and great play with light.

anonimozinho disse...

http://www.youtube.com/watch?v=i5E4QUUFG9Y

cuentosbrujos disse...

dicen que el arte no hay que entenderlo
solo sentirlo

saludos

Raq disse...

Misterioso e magnífico
http://www.youtube.com/watch?v=U4HT6gz1fuQ&NR=1

Micha disse...

Apesar das imagens falarem por si so...e bastar o silencio...

http://www.youtube.com/watch?v=Utuk5hkOGVc

manuel nieto disse...

las composiciones de lineas me encantan ,una preciosidad. un saludo

Caçador disse...

Obrigado/gracias/thank you/merci e isso tudo.

ci disse...

brincar com a luz!

Rapozo disse...

A lembrar os trabalhos de John Pfahl...