dos sonhos



Já não sonho os sonhos que sonhava, sabes? Aqueles sonhos redondos em tecnicolor que me tapavam à noite e eu debaixo deles como num cavalo de corrida à desfilada. Por vezes voava até cair com um estremeção de ossos e acordava nu no meio de uma praça cheia de gente e eu a fugir numa cidade desconhecida que depois daquela esquina era a minha rua e pela outra rua era Paris e o sonho rebentava como uma bola de sabão furada pela voz da minha mãe ou, mais tarde, pelos gritos estridentes do despertador e depois, tantas vezes, pelos teus lábios a derreterem flocos de sonhos que ainda pairavam, borboletas ou mosquitos, a zunir-me restos da noite na madrugada e eu a prolongar a cama para os colar à pele como uma tatuagem. 
Eram sonhos que me alimentavam e me protegiam os dias contra o excesso da luz, aquela luz que cega e revela as impurezas dos corpos como uma gargalhada num velório ou os dislates incontidos dos bêbados. Sonhos que limavam as arestas aos dias, a bomba na mão dos asmáticos e eu a reaprender a respirar.
A noite tornou-se mais espessa sem eles, um poço de alcatrão que atravesso cego e sem bengala, estranhamente menos densa, sem corpo nem praça nem cores e por isso mais pesada e eu a acordar como se não tivesse dormido e só o sol da manhã a atravessar o passador dos estores me salva do pânico… 
Já não sonho os sonhos que sonhava, sabes?


clik1    clik2    clik3    clik4    clikChapa    clikSusanne    clikCybeRider    clikZekarlos    clikIris    clikRemus    clikAnaBarata  

12 comentários:

Chapa disse...

Bons sonhos ó Dear, com grandes ecrãs em technicolor!
http://youtu.be/QUvVdTlA23w

Susanne disse...

dreams do not end

http://www.youtube.com/watch?v=ca4AnDcceHs

beijos

José Vilhena Moreira disse...

É mais ou menos isso, pá. Passa-se com um dedo na janela suja da falta de sonhos e é o que se vê. Uma praça mais ou menos deserta. E ecos.
Escrever sobre ecos é o que dá. Belíssimos tristes textos.
Belíssimos.

CybeRider disse...

Não seja por isso. Toma lá um Cinemacopus, ainda não é em 3D, mas é uma melodia que embala. Que te leve os agoiros para longe, home!

http://www.youtube.com/watch_popup?v=JabGg_RH03g

Abraço

Sérgio Aires disse...

Tenho a ligeira impressão que sei de quem é essa sombra... Ou então estou a sonhar.

the dear Zé disse...

está estás, mas até parece

Angel Corrochano Pérez disse...

Ahora los sueño son pesadillas ...
Tremenda entrada compadre
un abrazo narrador de historias cercanas

ZEKARLOS disse...

Olha, keep dreaming mas é.

http://www.youtube.com/watch?v=0SpXl_Ml1xM

IRIS disse...

stuck on your dream.
por muito que queiras, nunca vais conseguir deixar de o ser.

http://www.youtube.com/watch?v=iFd20Evdg3o

beijo big

luísM disse...

(...)

Remus disse...

Os sonhos já não são o que eram. Acho que neste momento os sonhos são todos a preto e branco e com muito ruído.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=IuGUz1ExflY&t=11s

ana barata disse...

sonhar é preciso. a cores, a p&b, sempre.

Sugestão http://www.youtube.com/watch?v=mQtZzZpC6PM

beijo, bons sonhos