Calle Concordia

21 comentários:

Cla Leal disse...

Sensacional essa foto, Zé!

Chapa disse...

Let's play the game!
http://youtu.be/B-Y1y6QOE6M

ChoCalle disse...

P'ra não ser desportiva:
http://youtu.be/lzZWXUfIyIs

Ou fazendo do "jamming" uma espécie de desporto:
http://youtu.be/ffCmFDzaYyQ

Helder Ferreira disse...

Combinaste com o post do Remus hoje. :)
A foto está muito boa.

José Manuel Vilhena disse...

...é pá,tinha escrito que parecia saída de dentro de um livro do Padura e desapareceu tudo...mistérios...
:)

CybeRider disse...

Há coisas que se fazem por desporto e que se tornam coisa séria! Mas o desporto é sempre uma roda viva.

http://youtu.be/HRFw5u5wR4c

Abraço

Ángel disse...

Digno de figurar en una exposición, y disfrutarla en tamaño grande, con tranquilidad, admirando cada detalle.
Me quito el sombrero, amigo
un abrazo

ss disse...

adorei a foto. que saudades de Havana.
:)

ruimnm disse...

que privilégio, assistir a um jogo destes!

(sem tempo para comentários - trabalho e mais trabalho - mas vou sempre passando por cá ;)

mfc disse...

Eu também brincava na rua...!

at disse...

uma fotografia de mestre. ultrapassa Bresson e combina com esta canção:

http://youtu.be/7a4DCxAi020

luisM disse...

Bem, depois de tantos elogios quase fiquei sem nada para dizer.
O ritmo dos corpos e dos membros está no ponto. Combinado com o ponto de vista, a direção do movimento e a do olhar, com o conflito no centro, emoldurados pela (falsa) abertura, define um clima que prende o olhar e deixa várias linhas de interpretação. E ainda conseguiste equilibrar o casaquito(?) preto com aquele pormenor de arquitetura do lado direito.

O preto e branco é fundamental, aqui!

Boa foto marmelo!

PS: se quiseres também podes publicar esta crónica, sei lá, no Expresso, ou no Público, ou vá lá, no I e até na Bola (secção dos diversos). Estás à vontade...

luisM disse...

Esqueci-me de referir o ritmo claro/escuro vertical da parede central, apertado pelo das linhas/massas laterais, de orientação horizontal. Enquadram e definem a ação humana sintática e semanticamente.

Podes crer, dá gosto olhar.

Baba-te e paga-me um café, que é barato para o valor da amizade.

the dear Zé disse...

OK

Beatriz disse...

me trae sensación agridulce a ritmo de swing
un saludo desde Barcelona

IRIS disse...

é tudo isso que já aqui se disse e mais ainda o apego do olhar que se adensa a cada sensação nascente de cada milhão de cores que habita a superfície deste écran que se deseja tela gigante (Angel dixit)... só para nela nos engolirmos... infinitamente.

infinitamente difícil foi encontrar banda sonora para tanto poder. só para ajudar a escutar a imagem e imaginar a liberdade ;-)

http://www.youtube.com/watch?v=dKwxzravHxg

Remus disse...

A concórdia é uma utopia. Mais dia menos dia, reinará a discórdia.

http://www.youtube.com/watch?v=Z7lw04Ek9bY

:-)

PS: Belo momento. Uma boa forma de começar o milénio.

ana barata disse...

Faço minhas todas as palavras que por já ficaram escritas. Magnífico o olhar que soube assim captar este momento de brincadeira.

Sugestão :http://www.youtube.com/watch?v=SaVOzvYvJYE&feature=related

Beijos com amêndoas .

BasketChoco disse...

http://www.youtube.com/watch?v=2ouXw328WYI

L.Reis disse...

Esta é daquelas que nem vala a pena comentar...tenho a certeza que só iria dizer disparates e usar adjectivos sem préstimo para o caso...beijo invejoso...

XuanRata disse...

Retrato de La Habana, congelada antes del salto. Con los pies descalzos entre fachadas desconchadas, la vida es más fuerte que la política.