mini(er)mal exposition


23 comentários:

Helder Ferreira disse...

Muito sharp e com tonalidades vivas. Onde foste encontrar isto? :)

the dear Zé disse...

no chão, restos da nossa industria

Chapa disse...

Terra estranha.
http://youtu.be/deTZ-_Fcv40

António Gallobar disse...

Excelentes fotografias, muitos parabens, adorei

João Menéres disse...

Excelente "colheita" !

Um abraço.

Łukasz Klimczyk disse...

Great combination of colors!

Susanne disse...

great series dear Zé

I LOVE IT!!!!

kyss

the viewer disse...

truly gorgeous, thank you my friend! you know you will see some of this over here soon....;}

Choquoi disse...

http://youtu.be/YzRJrzV5CIY

tossan® disse...

O lixo também sai bonito na fotografia. Fantásticas!
As vezes nós os simples pescadores que vamos atrás dos peixes de cada dia achamos umas jóias que alguém chocalha por aí, mas são falsas na maioria e muito lixo também. Tudo por acaso! Abraço

CybeRider disse...

A entrada do Inferno não há-de ser falada. Não há-de ser conhecida a não ser de muito poucos. Quem a vê são os desconhecidos que nunca ninguém viu e que encontramos a cada instante mas que ninguém conhece. Não se falará nas notícias por ser maldita. Terá sido aberta por homens que ninguém conheceu. Os que a conheçam dançarão à sua volta pela felicidade de a terem reconhecido antes de terem caído lá dentro, pensando iludidos que acabaram de se salvar.

Um vídeo do "Portão":
http://youtu.be/16jioUnUm88

Uma explicação, com outros apontamentos:
http://www.vacationideas.me/asia/the-door-to-hell-burning-gas-crater-darvaza-turkmenistan/

Abraço

the dear Zé disse...

o que este gajo descobre... Rider das ondas estratosfericas da rede mundial...

Ángel disse...

Al menos los restos de antiguos vestigios industriales, sirven para componer una bellísima serie de colorido y formas.
Un abrazo compadre

Gabiprog disse...

Parece un paseo por el sistema solar!

Fascinante!

Abriles disse...

cuando el mar y la tierra son el lienzo de los deshechos...

buen trabajo, Dear Zé

IRIS disse...

alma dorida é certeza de vida.
continuas a dar vida ao que (já) não era. costuma chamar-se milagre.

não é nova aqui, mas faz lembrar

http://www.youtube.com/watch?v=GGRV60jAfL0

beijo

Cla Leal disse...

Lindas cores, linda composição...
Lembrei desta música: http://youtu.be/9YgDmt1FoT0
beijos

ñOCO Le bOLO disse...


· Fantásticos resultados. La primera y la última son dos hermosas abstracciones dignas de figurar en un museo.
Es cierto, minimal exposition. Le irían bien unas gotas sobre piano.

· Saludos

CR & LMA
________________________________
·

mfc disse...

Cores atraentes... e estranhas!
... mas lindas!

Remus disse...

Apesar de ser uma consequência má da industrialização, as fotografias conseguem transmitir por completo a beleza das pequenas coisas.

Hoje deixo como clique Gustav Holst:
http://www.youtube.com/watch?v=L6NopU9K_8M

SKIZO disse...

AFabulousWork
GoodCreations

L.Reis disse...

Ok...a minha primeira reacção foi logo tentar perceber qual era a que mais gostava...exercício inútil já se vê...é do estilo: "venha o diabo e escolha!"
Beijo!

the viewer disse...

I love these! come see them in my humble home:
http://minimalexposition.blogspot.com/2011/04/photomelomanias-miniermal-exposition.html

best,
the viewer