d e r i v a

e eu perdido pelos cantos da casa, à roda das paredes, às voltas, às voltas, a arritmia dos passos a hesitar na penumbra, a ajustar os olhos, os pés a roer cascalho, torrões de terra, o puzzle dos azulejos todo em lâminas a cortar a pele,
fantasmas, fantasmas
as mãos à frente erguidas em escudo, a tactear, a tactear, a afagar em braille o estuque e a caliça, a tropeçar no musgo das paredes, os dedos a prenderem-se nas raízes, a afundarem-se na argamassa amolecida, os ouvidos a suportarem o peso do corpo,
fantasmas, fantasmas
um cheiro a espargos cozidos, talvez urina, uma coisa acre, mofo, os muros a olharem-me, de certeza que os muros a olharem-me, unhas a arranhar a parede, arrepios a descerem o barómetro dos ossos,
fantasmas, fantasmas
nas paredes países perdidos, mapas-múndi a escorrerem humidade, fracturas expostas, nervos, rios sem princípio nem fim, labirintos, não encontro a saída, porta, janela, uma brecha a expirar correntes de ar,
fantasmas, fantasmas
uma coisa, uma espécie de medo, a alojar-se na garganta, não é medo do escuro, nunca tive medo do escuro, é das próprias paredes, da geografia das fendas a reinventarem novos caminhos cada vez que as olho, a pulsarem, os muros a olharem-me, de certeza que os muros a olharem-me,

fantasmas, fantasmas
fantasmas, fantasmas, gritou-me a velha naquela voz de velha que ela tinha, antes de eu entrar na casa, os olhos sem brilho nem cor, como a roupa que vestia, o dedo em gancho a apontar qualquer coisa que se calhar era um aviso, que ignorei,
fantasmas, fantasmas
já não sei há quanto tempo aqui estou, às voltas, às voltas, os pés em sangue a traçarem rastos de caracol no entulho do chão,  um metrómano de pedra a latejar nas paredes, dentro da cabeça, cada vez mais alto, cada vez mais dentro, uma respiração a gelar a nuca
fantasmas, fantasmas



clik1    clik2    clik3    clik4    clikChapa    clikAT    clikCybeRider    clikAnaBarata    clikZekarlos    clikIris    clikRemus  

9 comentários:

Chapa disse...

Caçador de pesadelos?
http://youtu.be/H4kGRE5xUzs

the dear Zé disse...

um cagaço do caraças

at disse...

ui!
http://youtu.be/N527oBKIPMc

CybeRider disse...

Depois do reconhecimento do terreno há que agir conforme as circunstâncias; ou, quando em Roma fazer como os romanos.

http://youtu.be/BUpIJbajRWg

Abraço

ana barata disse...

já tinha saudades destes teus textos, tão cheios de imagens.

Sugestão :http://www.youtube.com/watch?v=JA5rc4M-YrA

beijo

ZEKARLOS disse...

Eeehheheheheheh muito bom, consigo imaginar isso. Um verdadeiro cagaço. Abraço

http://www.youtube.com/watch?v=bYceRXYdyyI

IRIS disse...

a (tuas) paredes gritam gritam-me sempre o silêncio e eu continuo a não conseguir contê-lo, o grito.
é uma espécie de obsessão

http://www.youtube.com/watch?v=ibhp8yEm3Xs

beijo

Remus disse...

Acho que isso tudo o que contou, era "curado" com uma boa garrafa de vinho.
Se por acaso não funcionasse, então era melhor tirar as fotografia e começar a correr como o Scooby-Doo.
:-)


http://www.youtube.com/watch?v=ymjO2KawVSM

ñOCO Le bOLO disse...


Especialmente la primera foto, es como una caverna prehistórica. ¿Es tu foto una metáfora? ¿Es ahí a donde quieren llevarnos los de la troika comunitaria?
La foto me encanta, es una buena abstracción.

· abraços

· CR · & · LMA ·