Daqui em diante só há fantasmas


Ainda nas minas do Lousal. Deixando a aldeia para trás encontramos as instalações do complexo mineiro. A central eléctrica, os escritórios, a entrada da mina, o poço, pilhas de escória e minério... Há cheiros que persistem: enxofre, cobre, terra, ferrugem… Há instalações recuperadas para um museu, uma parte já foi mesmo aberta ao público. Mas são as instalações abandonadas que mais atraem, o fascínio dos espaços abandonados, onde ecoa ainda o barulho dos ferros e das máquinas e o praguejar dos homens, agora habitados apenas por pássaros e fantasmas.
 
clik1    clikCristina    clik2    clikRoserouge    clikAnaBarata    clikClarice    clikMicha    2ºclikRoserouge    2ºclikCristina    ClikChapa    clikSilvares    2ºclik Silvares

28 comentários:

roserouge disse...

Excelente, a escolha da Cristina, já não ouvia essa dos TH há uns tempos! Sugiro:

Sleeping With Ghosts dos Placebo e Immigrant Song dos Led Zeppelin.

Bj.

ana barata disse...

Magnífica imagem!

Aqui fica a minha sugestão:
http://www.youtube.com/watch?v=y7YTFGPw2o8

Boas férias!
Beijo

Deusa disse...

Adoraria ter um galpão deste tamanho , para fazer um grande Ateliê de Arte , chamar outros artistas e criarmos um trabalho contemporâneo , mas sem descaracterizar o local.
Beijoooo

Camarandante disse...

Qué buena!!!

me encantó
Abrazo

(cuidado con los fantasmas)

Caçador disse...

E pronto, já estão mais dois.

Rosabé, quanto à fantástica Immigrant Song, vou guardá-la para outro post onde acho que fica ainda mais apropriada.

Ana B, um bocadinho doce demais, mas pronto, já tá...

Obrigado e bêjos

roserouge disse...

Ok, you're the boss.
Lembrei-me de outra: 24 Hour Party People dos Happy Mondays...

cristina disse...

Pois é, o que mais atrai são sempre os lugares onde está a alma, algo que tu tão incisivamente consegues agarrar e partilhar – CLICK!
Por todas as razões e mais alguma, este é mesmo um blog de clikes, ou não fosses tu (mais que) um caçador – as minas do Lousal ficam mais vivas com esta tua caçada ;-)

aqui vai mais um, para o caso de...

http://www.youtube.com/watch?v=TvpUC1PNaIQ&feature=related

Clarice disse...

A vontade de uma casa com que se sonha... a saudade de um lugar que se viveu... sei lá, é o que esta fotografia me dá, é o que um espaço abandonado me diz... o que se deseja, a tocar, com o que nos lembra... por isso os espaços abandonados nunca me parecem sós, pelo contrário, parecem-me sempre com... e isso, se por um lado é assustador, porque tenho a sensação de invasão, por outro é intimista.... porque me volto para mim...
... e oiço isto:
http://www.youtube.com/watch?v=P8BIpRfB1vU

bj

Caçador disse...

Clarice, obrigado.

Bé e Cristina, ajudem-me lá que eu sou um bocado tapado, é que não estou a ver bem a relação entre o tema e as vossas escolhas... a não ser, talvez, a decadência?...

Micha disse...

http://www.youtube.com/watch?v=w4o7JmBfsI0

Caçador disse...

Micha, gostei do filme, desta música nem por isso. Acho que falta qualquer coisa a esta banda... autenticidade talvez.
São demasiado comerciais (mas aqui com as imagens do filme até nem resulta tão mal).

Obrigado (e não te chateies com o meu comentário talvez pouco apropriado a quem tem a amabilidade de vir aqui ver e fazer sugestões)

Ángel Corrochano disse...

En esta fotografía aún se pueden sentir esos ecos y esas presencias, la dureza del trabajo, el polvo del mineral ... Que Blanco y negro tan increible, amigo.
Por cierto, por algún extraño motivo, no había visitado aún tus otros dos blogs. He quedado maravillado, los dos son magníficos, temáticos y muy sugerentes. Enhorabuena. Ahora bien, ¿tú de donde sacas tiempo para atender tantos blogs?
buenas vacaciones

Un abrazo

Chapa disse...

Não encontrei fantasmas, apenas espaço vazio.
http://www.youtube.com/watch?v=ARXKvVeVtXg

roserouge disse...

Esta minha última escolha é uma ironia. Normalmente nas minas trabalha-se 24 horas por dia... e essa já não tem gente. E essas pessoas não se divertem muito...Por aí... se não quiseres pôr, na boa, não me chateio... bj

cristina disse...

:-) a ligação vem da mina de ouro, estas já o foram para alguns, e ouro é também veludo para os sentidos.... De resto, a música abre voo para o mundo incandescente do desejo, que normalmente deixa algumas ruínas de fogo e alguns fantasmas :-)
Mas tens toda a razão, é preciso dar voltas e voltas para tecer esta rede e corre-se o risco de se ficar enredado. E um click para ser click tem que ser… “instantâneo”! Este tema merece.
Se continuas a incrementar “tertúlias”, sei lá onde vai parar este blog… ;-)

Caçador disse...

Fogo que vocês meninas sois tão subtis, deve der dessa metadade do cérebroque usam mais do que nós...
Ok, vamos lá editar os cliks, mas lá que são muito rebuscados, lá isso...

Chapa, esse já está posto na "menina estás à janela", mas obrigado na mesma.

Chapa disse...

Toma lá o clássico da actividade mineira.

http://www.youtube.com/watch?v=xz1TM9y8vN8

Silvares disse...

http://www.youtube.com/watch?v=patgT_qG65U

este fantasma é um grande fantasma.

Silvares disse...

http://www.youtube.com/watch?v=L60lyOBn6RM

este também não é mau.

Caçador disse...

E pronto, creio que por hoje basta de cliks, irá haver mais fantasmas que é um tema sempre espectralmente interessante.

Chapa, essa é genial.

Silvares, quanta honra essas cabeças todas a fazerem sugestões de luxo, se bem que o Nosferatu é mais vampiro, enfim...

Muito obrigado e, amanhã haverá mais.

Bêjos e/ou abraços.

Silvares disse...

O Nosferatu!? Nããããooo, ele é um grande fantasmão, caraças! O que é um vampiro daqueles senão um fantasma? A carruagem que transporta o mancebo para o castelo do monstro é uma carruagem fantasma e, tal como diz a legenda, a partir daqui é território de fantasmas... .-)

Sérgio Aires disse...

é, o abandono fascina.

Cristina disse...

obrigada, gentle hunter :-)
(essa questão da subtileza das meninas, parece que tem a ver com o mito masculino... ouvi dizer. outras conversas que não interessam nada ;-))

XuanRata disse...

A este puzle le faltan piezas, es cierto, pero somos capaces de adivinar el dibujo al completo. Todo esta ahí, esperando que el reloj de la vuelta.

calata disse...

me encantan estos lugares que un día fueron lugares de trabajo llenos de explendor y buen hacer, ahora en el olvido se transforman y nos ofrecen una nueva visión increible, para disfrutar, saludos

Dominique disse...

J'aime beaucoup le dessin abstrait du noir et blanc ...

L.Reis disse...

...ah... e bocados de céu aberto que pinta uma tela ao ritmo da cor de cada estação.
(Vá-se lá saber por que razão gostei tanto desta imagem...)

William Alexander López disse...

Muy cierto, hay cierta fascinación por los lugares abandonados, se deja volar la imaginación y se alcanzan a escuchar los ecos del pasado.

Muy Buena !